Indústria de Bebidas

 

2012

2013

Setor

6,85

8,95

Média +Qi

8,46

8,70

 A indústria de bebidas pode ser dividida em dois segmentos: alcoólicos e não alcoólicos.

 O setor é sensível a dois efeitos:

1.- Renda da população. Assim, o consumo fica ligado a perspectivas de maior rendimento salarial.

2. Variações climáticas como verão (dezembro a março) combinadas com festas de Natal, Ano Novo, e Carnaval.

  A distribuição nos pontos de vendas é outro ponto principal assegurando que o produto esteja sempre presente no ponto de venda.

 Uma característica comum aos produtores de bebidas alcoólicas e não alcoólicas é operar como um oligopólio. Assim temos a AMBEV como o único grande competidor mas “apenas” no segmento de cervejas. No mercado de brasileiro de refrigerantes é a Coca-Cola, e no segmento de água tem o principal competidor é o grupo brasileiro Edson Queiroz.

 A indústria de bebidas é um setor maduro e as oportunidades de crescimento são limitadas, obrigando aos produtores a diversificar as ofertas para competir melhor e ganhar participação de mercado.

Com as margens e preços constantemente sob pressão devido a grande competição o setor atua fortemente na eficiência e controle de custos operacionais para melhorar a rentabilidade.

Os impostos são outro problema para o setor. Com os Governos, cada vez mais querendo reforçar seus orçamentos, e utilizando a pressão do setor de saúde para limitar o consumo do álcool avançam sobre o aumento das alíquotas uma vez que elas são boa fonte de receita.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: