RESENHA 2014

O cenário econômico foi pior do que o as expectativas de início de ano. A inflação chegou muito perto do teto máximo (meta = 4,50% a.a. com variação de +/- 2% para mais ou para menos).  O IPCA fechou 2014 com alta de 6,41%. Os principais itens que pesaram fora alimentos, energia elétrica e habitação. A taxa SELIC encerrou 2014 a 11,75%, saindo de 10% em dezembro de 2013.

Na tabela aba seguir você pode ver as expectativas do início de 2014 comparado com os resultados disponíveis na coluna “Hoje”:

 Cenario2014

A inflação de 12 meses passou muitos meses de 2014 rompendo o teto da meta (6,50%). Com custos de produção crescente devido a seca nas pastagens e o aumento do dólar a carne foi a vilã da inflação com alta de 22% no ano.

 IPCA2014

:: Câmbio

O dólar (Dólar EUA – Ptax) acumulou uma alta de 13,39% em 2014, refletindo um cenário doméstico ruim em contraponto com os indicadores econômicos dos EUA que mostram uma recuperação consistente. Diante disso o REAL se enfraqueceu. Bom para os exportadores, ruim para as empresas com dívidas em dólar.

GRAF_Cambio

:: Renda Fixa

Acompanhando a alta da SELIC as taxas nominais de juros de curto prazo também subiram em 2014. Os papéis pré-fixados do Tesouro Direto como a LTN e NTN-F, títulos de longo, recuaram em relação a janeiro refletindo as expectativas de ajustes da inflação (volta para o centro da meta de 4,50% a.a.).

 Evo-TX_Nominais_2014

Pós-FIXADOS (NTN-B)

Os títulos pós-fixados, com taxa fixa e corrigidos pelo IPCA também fora influenciados pela taxa SELIC em dezembro em relação ao mês anterior. No período de 12 meses, entretanto os prêmios desses papéis sofrem uma involução.

EVO-TxPOS_2014

:: Mercado de Capitais

O mercado de ações brasileiro não acompanhou o bom desempenho do Dow Jones (alta de 7,52%) e nem do S&P 500(com alta de 11,535). Além do desempenho fraco da nossa economia a Bovespa enfrentou desafios desde março com o início do escândalo da Petrobras e com o debate eleitoral. Com isso o índice Bovespa trabalhou dentro de uma faixa com bastante volatilidade indo de uma mínima de 44.965,66 pontos em 14 de março, a máxima de 61.895,98 pontos, em 02 de setembro de 2014, quando dados econômicos fracos reforçavam a expectativa de que a oposição poderia vencer as eleições presidenciais (Marina ou Aécio). A rentabilidade do Ibovespa em 2014 foi de 2,89%.

GRAF_IBOVESPA

Isenção de responsabilidade: Este artigo foi desenvolvido com objetivo meramente didático, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra ou venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra ou venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. A utilização deste material é de inteira responsabilidade do usuário. As informações disponíveis no BLOG poderão ser atualizadas ou modificadas periodicamente e não devem ser interpretadas como definitivas. As informações contidas neste artigo foram consideradas razoáveis na data em que foi editado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. O criador do BLOG não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: